Error 1500, Another installation is in progress. You must complete that installation before continuing this one.


The only way to fix this error in Windows Installer is use the Msizap to clean all the cached files. This works in Windows 7.

Kill/close all “msiexec.exe” process instances. Use the task manager (CTRL+SHIFT+ESC).
Download the “msizap.exe" (mirror 1, mirror 2) and execute the clean procedure:


  msizap.exe !g

Repeat the command as you needed to get the output “No product/patch data was found.”. Like this:


  MsiZapInfo: Performing operations for user  S-1-5-21-89211237-1187725042-2203519349-1000
  Removing orphaned cached files.
  No product/patch data was found.


Note: This procedure may resolve many others Windows Installer related errors or to remove orphaned cached data files to increase free disk space.

Sources:MSIZAP windows installer cleanup | AyesakMSIZAP.exe — The only way to clean up windowsinstallerHowto: Use msizap to remove orphaned cached Windows Installer Data Files to increase free disk space

Error 1500, Another installation is in progress. You must complete that installation before continuing this one.

The only way to fix this error in Windows Installer is use the Msizap to clean all the cached files. This works in Windows 7.

  1. Kill/close all “msiexec.exe” process instances. Use the task manager (CTRL+SHIFT+ESC).

  2. Download the “msizap.exe" (mirror 1, mirror 2) and execute the clean procedure:

    msizap.exe !g

Repeat the command as you needed to get the output “No product/patch data was found.”. Like this:

MsiZapInfo: Performing operations for user S-1-5-21-89211237-1187725042-2203519349-1000
Removing orphaned cached files.
No product/patch data was found.

Note: This procedure may resolve many others Windows Installer related errors or to remove orphaned cached data files to increase free disk space.

Sources:
MSIZAP windows installer cleanup | Ayesak
MSIZAP.exe — The only way to clean up windowsinstaller
Howto: Use msizap to remove orphaned cached Windows Installer Data Files to increase free disk space

O Homem Que Virou Suco

A história segue Deraldo, um poeta popular nordestino recém-chegado a São Paulo, onde tenta sobreviver de sua poesia e venda de folhetos de literatura de cordel. Confundido com o operário de uma multinacional que mata o patrão, é perseguido pela polícia e perde sua identidade e condição de cidadão. Através de Deraldo, o filme acompanha o caminho do trabalhador migrante numa cidade grande: a construção civil, os serviços domésticos e subempregos sujeitos à violência e à humilhação. E segue a luta de Deraldo para reconquistar sua liberdade e preservar sua identidade. O filme marca a estreia de José Dumont como protagonista no papel duplo de Deraldo e do operário procurado pela polícia. Além dele, estão no elenco, Célia Maracajá, Ruth Escobar, Denoy de Oliveira, Renato Máster, Ruthnéia de Moraes, Barros Freire e Rafael de Carvalho.

O filme ganhou a Medalha de Ouro (melhor filme) no Festival Internacional de Moscou em 1981.

É uma obra inovadora e de vanguarda na linguagem cinematográfica. Traz a dramaturgia da intervenção documental para o filme de ficção. É um filme carregado de significado político-social retratando a luta dos excluídos em busca da cidadania e de sua identidade cultural. Apresenta uma visão crítica e ainda atual do esmagamento do homem na sociedade industrial.

Para que serve o Speech Dispatcher?

Speech Dispatcher

"Speech Dispatcher é uma aplicação responsável pela gestão e abstração da comunicação com sintetizadores de voz em sistemas operacionais baseados em Linux ou Unix."

Principalmente para quem praticamente não enxerga ou é cego. Ou seja, não tem utilidade para a maioria dos reles mortais. Então vamos desativar esse função:

Edite o arquivo ‘/etc/default/speech-dispatcher’:

sudo nano /etc/default/speech-dispatcher

E mude a linha:

RUN=yes

Para:

RUN=no

Ou usando um método mais radical:

sudo update-rc.d -f speech-dispatcher remove

Desfaça:

sudo update-rc.d -f speech-dispatcher defaults

Qual o melhor compactador para Linux?

File Compression Manager

Venho aqui fazer um breve comparativo dos pontos fracos e fortes dos melhores compactadores e descompactadores de arquivos de interface gráfica (GUI) na plataforma Linux. São eles o File Roller, B1 Free Archiver e PeaZip. (Listados por ordem de preferência).

File Roller ou Gnome Archive Manager

File-Roller - Screenshot

Pontos Fortes:

  • Interface simples, rápida e prática. Segue o princípio KISS (Ponto Fortíssimo);
  • Comprime em vários formatos como 7Z, RAR, ZIP*, TAR, TAR.GZ, etc. Abre/Descompacta praticamente qualquer formato de compressão;
  • Programa Open Source;
  • É padrão na grande maioria das distros do Linux.

Pontos Fracos:

  • Tem problema em descompactar arquivos/pastas com acentos ou caracteres especiais (Ponto fraquíssimo);
  • Não é multiplataforma.

    Nota: * Para comprimir nos formatos 7zip, ZIP e RAR é necessário instalar alguns pacotes:

    sudo apt-get install rar unrar p7zip zip unzip

B1 Free Archiver

B1 Free Archiver - Screenshot

Pontos fortes:

  • Programa leve, de carregamento rápido. Agiliza muito a coisa quando o programa pergunta logo se quer descompactar, se a necessidade de abrir o programa completo (Ponto Fortíssimo);

    B1 Free Archiver - Screenshot Dialog
  • Descompacta arquivos/pastas com acentos ou caracteres especiais sem problemas;

  • Multiplataforma, funciona no Windows, Mac e Linux.

Pontos fracos:

  • Não funciona bem com arquivos tar.gz e tar.bz. Pois não consegue descompactar links simbólicos e também atributos de arquivos são perdidos nesse formato (Ponto fraquíssimo);
  • Não é open-source, é Freeware. Por isso pode se tornar um programa Shareware a qualquer momento;
  • Comprime somente nos formatos B1 e ZIP;
  • Necessita escolher a lingua do programa. Vá no meno File > Settings > Languages e escolha “Português (Brasil)”.

Peazip

Peazip - Screenshot

Pontos Fortes:

  • Comprime em vários formatos como 7Z, ZIP, ARC, BZ2, GZ, etc;
  • Programa Open Source;
  • Multiplataforma Windows, Linux e BSD;

Pontos fracos:

  • Arrastar e saltar (Drag-and-drop) não funciona ou não possui (Ponto fraquíssimo);
  • Demora muito para abrir (em relação aos concorrentes é mais demorado);
  • Necessita escolher a lingua do programa. Vá no menu Options > Localization e selecione “pt-br.txt”.

Nota: No Ubuntu 13.10 (Saucy) a versão GTK requer a instalação do pacote/biblioteca libgmp3c2, que pode ser baixada e instalada dessa versão sem problemas.

blogdopastel

Microsoft Office para Android e IPhone

blogdopastel:

image

A Microsoft liberou o download gratuito do “Office Mobile”! Esse pacote vem com Word, Excel e PowerPoint. Para mais informações sobre esses apps, acesse os links:

Android:
https://play.google.com/store/apps/details?id=com.microsoft.office.officehub

iPhone:
https://itunes.apple.com/hk/app/microsoft-office-mobile/id541164041?l=zh&mt=8

HP Laserjet 1320 no Ubuntu

HP Laserjet 1320

Estranhamente mesmo após instalar e configurar a versão mais recente do HPLIP (driver opensource para impressoras HP), a impressora até que funciona. Mas o problema é que ao imprimir até mesmo uma página de teste da impressora, ela imprime cópias infinitas sem parar!? Sendo necessário desligar a impressora ou apertar várias vezes o botão X para cancelar a impressão.

Foomatic/pxlmono

Para resolver é necessário usar/selecionar (use o system-config-printer) o driver HP LaserJet 1320 Foomatic/pxlmono que já está instalado no Ubuntu (senão: apt-get install foomatic-db-compressed-ppds), vale observar que em IMHO esse driver é meio demorado para processar impressões.

hpijs

Recomendo o uso do driver hpijs que é rapidíssimo no processamento dos trabalhos e pode ser instalado facilmente dos repositórios oficiais:

sudo apt-get install printer-driver-hpijs

HP Laserjet 1320 hpijs @ system-config-printer